domingo, 15 de fevereiro de 2015

Exercícios que promete amenizar cólicas menstruais

De acordo com Adriano Silva, o treino desenvolvido trabalha todo o corpo e estimula uma maior produção dos hormônios que proporcionam o bem estar.
Com cerca de 150 sintomas, a tensão pré-menstrual (TPM) interfere na vida psíquica, social e física da mulher. Antes o tratamento era feito com medicamentos. Atualmente sabe-se que a atividade física é um aliado na tentativa de aliviar ou até mesmo exterminar os incômodos causados pela fase. 

De acordo com estudos, os exercícios melhoram os níveis de endorfina, serotonina e outras substâncias químicas relacionadas ao prazer, e teriam efeito benéfico igual ao dos medicamentos.

– Os exercícios físicos, além de melhorarem o desconforto abdominal, elevam a autoestima e tiram aquela irritação que vem todo mês. Enquanto se pratica esporte, há a liberação de endorfina, hormônio responsável pelo bem-estar – explica a professora de Educação Física Juliana Gomes.

Pela mesma razão, praticar atividades físicas durante o período menstrual também ajuda a amenizar as cólicas. O professor de Educação Física Adriano Silva propõe que, após buscar orientação médica, a mulher que sofre de cólicas procure incluir os exercícios entre suas tarefas diárias. Assim, o corpo produzirá substâncias que aliviam a dor e porporcionam bem-estar.

Pela mesma razão, praticar atividades físicas durante o período menstrual também ajuda a amenizar as cólicas. O professor de Educação Física Adriano Silva propõe que, após buscar orientação médica, a mulher que sofre de cólicas procure incluir os exercícios entre suas tarefas diárias. Assim, o corpo produzirá substâncias que aliviam a dor e porporcionam bem-estar.

– Não é indicado treinar com esse tipo de desconforto. Mas se a mulher sabe que terá uma crise ‘suportável’, recomenda-se continuar a rotina de treinos, só que em um ritmo menor. A princípio, qualquer atividade pode ser recomendada desde que se respeite o nível de conforto (cólicas). Os movimentos bruscos ou com carga de peso alta devem ser evitados, pois estão diretamente relacionados ao nível de desconforto que a mulher sente neste período – alerta ele.

Com o intuito de aliviar as dores, Adriano desenvolveu uma série de exercícios físicos para serem praticados neste período. Além de ajudar as mulheres a se manterem ativas, eles prometem acabar com as cólicas menstruais.

- A série é formada por exercícios multiarticulares e proporciona o trabalho de todo o corpo. A realização de exercícios multiarticulares – como agachamento e leg press – proporciona uma maior secreção de hormônios benéficos em comparação aos exercícios monoarticulares – rosca direta e cadeira extensora, por exemplo – explica.

Os estudos relacionados à alteração da força durante as fases do ciclo menstrual apresentam resultados conflitantes. Alguns indicam que a variação de concentração hormonal não proporciona diferenças significativas, outros apontam o oposto.

– A literatura apresenta resultados controversos quanto à relação da força com o ciclo menstrual. Portanto, não há exercícios “desgastantes” ou “não desgastantes”. Empiricamente, apenas observa-se uma melhor performance na realização de exercícios multiarticulares em comparação aos monoarticulares – esclarece o professor.

De acordo com Adriano, o treino desenvolvido para aliviar as cólicas menstruais deve ser feito em séries de 12 a 15 repetições, com 30 segundos a um minuto de intervalo entre cada uma, e velocidade de execução na proporção de dois segundos para ir e dois para voltar.

Os exercícios são:

– Leg press ou agachamento com dumbell – três séries;
– Elevação pélvica – duas séries;
– Abdominal na bola – duas séries;
– Pulley fechado ou remada baixa fechada – duas séries.