domingo, 25 de janeiro de 2015

Casas de acolhimento são vistoriadas para planejamento de ações

A Casa de Passagem da Criança e do Adolescente e à instituição de Longa Permanência para Idosos Solar do Outono foram visitadas, nesta sexta-feira (22), pelo titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), Neto Evangelista. Com a presença de técnicos da Sedes, foram vistoriadas as instalações dos dois locais para planejamento de ações.
“Nossa equipe está afinada para promover as melhorias que as instituições necessitam, a fim de que tenhamos equipamentos de assistência social que sejam referência em todo o Brasil. Por isso, estamos avaliando tecnicamente as intervenções necessárias”, afirmou o secretário.
O levantamento feito pela Sedes contempla tanto os aspectos estruturais e materiais como o atendimento aos idosos beneficiários do serviço. O secretário Neto Evangelista, também, aproveitou a oportunidade para conversar com os beneficiários das instituições e ouvir suas principais demandas.
A casa Solar do Outono foi reformada e aumentou a capacidade para 40 moradores e atualmente abriga 30 idosos. O espaço conta com banheiros adaptados, quartos amplos, rampas de acessibilidade, sistema de segurança, enfermagem, farmácia, além de refeitório, cozinha e área de convivência.
Segundo a diretora do Solar do Outono, Ana Lúcia Azoubel, o atendimento na instituição é prestado por uma equipe multidisciplinar formada por enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, cozinheiras, dentre outros profissionais, que prestam assistência especializada em suas áreas de atuação.
Casa de Passagem
Na Casa de Passagem, a equipe técnica da Sedes fez levantamento das demandas essenciais para proporcionar melhor qualidade de vida às crianças e aos adolescente durante a permanência na instituição. A Casa tem capacidade para atender 20 pessoas e cuida, atualmente, de 17 crianças de até 12 anos.
O local dispõe de sala de acompanhamento psicológico, ambiente para atividades escolares, sala de TV, quartos para meninos e meninas, berçário e refeitório. As crianças estudam no período da tarde e contam com o acompanhamento de pedagogas, enfermeiras e recreadores.
A partir do levantamento realizado esta semana e de outras vistorias técnicas, a equipe da Sedes deve desenvolver um plano de adequação e melhorias das estruturas e dos serviços disponibilizados.
Também acompanharam a vistoria, o promotor de justiça Paulo Roberto Ramos; membros da Sedes; e representantes do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social (Coegemas).